Futebol adquire status de religião no Brasil

Diz a sabedoria popular que há três coisas que não devem ser discutidas, para se manter a paz em qualquer ambiente: política, religião e futebol. Infelizmente, os três assuntos parecem estar intimamente ligados uns aos outros, especialmente aqui o Brasil, onde para muitas pessoas o futebol é uma religião. Mais ou menos como mostra o comercial criado pela Grey  para a Cerveja Foca.

No Brasil, a Lei de Liberdade Religiosa permite que qualquer fiel saia em horário de trabalho para “professar seus credos”, desde que a religião seja reconhecida pelo governo brasileiro. Foi aí que, com a ajuda de um advogado, a Cerveja Foca resolveu oficializar em um cartório o futebol como a religião com mais seguidores no país – e a bebida quer se tornar sua água benta.

Para facilitar a vida dos torcedores, digo, fiéis, a marca criou um site em que os usuários informam qual o jogo que querem assistir e quando. Na data, um email é enviado à empresa, informando que a lei obriga o funcionário a ser dispensado.

A gente até tentou acessar o site, mas não conseguimos – talvez seja o excesso de fiéis querendo ser liberado para a Copa – mas se você quiser tentar, basta clicar aqui.

foca

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Brinquedos querem vir ao Brasil para a Copa do Mundo em promo da BBC

A BBC costuma mandar bem na divulgação de suas transmissões de grandes eventos esportivos, como a Olimpíada de Londres, em 2012, e a Olimpíada de Inverno, no começo deste ano. Agora, bebendo da fonte de Toy Story, a agência Red Bee Media assina o promo da emissora que divulga a Copa do Mundo 2014, aqui no Brasil.

A primeira parte, já no ar, mostra bonecos de jogadores de futebol ganhando via ao ouvir que a Copa do Mundo está próxima. O passo seguinte é dar um jeito de vir para o Brasil, uma aventura com momentos engraçadinhos, mas que claramente só está começando.

bbc

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Torcedor francês acorda apenas a cada 4 anos em filme da Citroën

A Citroën, patrocinadora oficial da Seleção da França no futebol, resolveu escolher um caminho bastante diferente da Mercedes em seu filme com a Seleção da Alemanha. Em vez de usar os jogadores franceses e VFX para falar sobre a chegada da Copa do Mundo, a montadora adotou um caminho mais simples e divertido, contando a história de um torcedor adormecido que acorda apenas a cada 4 anos.

Com criação da agência Les Gaulois, The Sleeping Supporter começa em “algum lugar da França”, onde um homem segurando uma vuvuzela está prestes a acordar. Começa, aí, a preparação para um momento muito importante, quase religioso. 

citroen citroen1

 

 

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

AntiCast 130 – Como o Botafogo Conquistou a China

Olá, antidesigners e brainstormers!
Neste programa, Ivan Mizanzuk, Rafael Ancara e Almir Mirabeau conversam com Bruno Porto sobre seu novo livro, “Como o Botafogo Conquistou a China”, contando a história fantástica, absurda, tão difícil de acreditar que é impossível não ser verdade, sobre como o Botafogo possui uma torcida com mais de 600 milhões de pessoas! É ouvir (e ler) para crer!

Sinopse do livro: “Banido na China por décadas, chega finalmente ao Brasil o inacreditável relato que abalará a história do futebol brasileiro e mundial. Da Nanjing dos anos 1930 à cosmopolita Xangai do século 21, a dramática e verossímel epopeia que deu ao Botafogo de Futebol e Regatas 620 milhões de torcedores.”

Download do episódio

>> 0h11min20seg Pauta principal
>> 1h47min15seg Leitura de comentários
>> 2h16min43seg Música de encerramento: “Adrenalize”, da banda In This Moment

Trailer do livro
Link para compra do livro

Links
Workshops História da Arte para Criativos
São Paulo – 22 de Junho
Curitiba – 19 de Julho
Belo Horizonte – 26 de Julho
Recife, Rio e Brasília – CANCELADOS

Hangouts
03 de Agosto
10 de Agosto

Curso Introdução à Filosofia Contemporânea – Módulo 1 – com Marcos Beccari.
10312681_697939756930771_1475808570467358325_n

Data/horário: aulas semanais aos sábados, de 07 a 28 de junho de 2014, das 15h00 às 17h00. Carga horária: 8 horas.
Investimento: R$ 160,00 ou duas parcelas de R$ 80,00.
Escopo e programa de aulas: disponível, em breve, na página de cursos do FdD: http://filosofiadodesign.com/cursos/.
Local: Mímesis Conexões Artísticas – Rua João Manuel, 74, São Francisco (entre o Largo da Ordem e a Cinemateca de Curitiba).
Informações e inscrições: contato@filosofiadodesign.com.

Links da leitura de e-mails
Websérie sobre Flusser
Post no blog da Ani (esposa do Ivan) sobre a tal reforma do apartamento
Vídeos recomendados pelo Cícero, do Olavo de Carvalho (sim, ele mesmo):
O Cristianismo, a Salvação e a Justiça Divina
Igreja, Inquisição, Protestantismo e anti-semitismo na Idade Média
Influência Gnóstica x Cristianismo – Olavo de Carvalho
Olavo de Carvalho – Os motivos para destruição da família
Podcast sobre teologia, falando sobre Santo Agostinho e sua experimentação com o gnosticismo
Palestra “A morte como quase acontecimento”, de Eduardo Viveiros de Castro

iTunes
Ouça o AntiCast no iTunes aqui ou então manualmente: Assine no seu iTunes da seguinte forma: Vá no Itunes, na guia Avançado > Assinar Podcast e insira: feed.anticast.com.br

Redes Sociais
Nos acompanhe no twitter @anticastdesign, na nossa fanpage no Facebook e no Youtube (/anticastdesign). Ou nos mande um email no contato@anticast.com.br Siga também o nosso irmão @filosofiadodesign.

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Campanha #VemIbra tenta convencer Ibrahimovic a vir ao Brasil curtir a Copa

Para tristeza de alguns fãs de futebol, a seleção sueca não conseguiu se classificar para a Copa do Mundo, impedindo que o jogador Zlatan Ibrahimovic, considerado um dos melhores do mundo, viesse mostrar seu talento nos estádios brasileiros.

Mas o impedimento de estrelar nos gramados não significa que Zlatan não possa vir ‘curtir’ a Copa do Mundo em terras brasileiras. É esse o argumento da campanha #VemIbra, promovida pelo canal de esportes e entretenimento Desimpedidos.

Em um vídeo de pouco mais de 2 minutos, que traz algumas das melhores jogadas de Ibra e a sua frase bombástica após a desclassificação da Suécia (“uma Copa sem mim não vale a pena ser vista”), uma série de colegas do jogador e de celebridades brasileiras se empenham em dissuadir o jogador da teimosia de não assistir ao mundial.

“Teu estilo é brasileiro, irmão”, elogia Denilson, que juntamente com Dani Alves, Raí, Vampeta, Ronaldo, Bebeto, Cacá Bueno, comentaristas da Band, Danilo Avelar, jogadores do próprio time da Suécia e também da seleção chilena convidam Ibra a vir para o Brasil assistir aos jogos. “O negócio é o seguinte, meu querido, deixa de palhaçada, e vem!”, arremata Anderson Silva, antes de usar o bordão da campanha – #VemIbra.

anderson-vemibra

Instigados por Felipe Andreoli, da equipe do Desimpedidos, os fãs pressionaram Ibra pelas mídias sociais, fazendo postagens com a hashtag #VemIbra no Facebook e no Twitter. O resultado foi uma tímida resposta do jogador – “Talvez eu precise mudar meus planos de viagem de férias”, comentou ele na sua conta oficial no Twitter. Também pudera – foram mais de 700 mil visualizações do vídeo no YouTube, com direito a menção em mídias internacionais.

Andreoli afirma que o ingresso para a abertura da Copa do Mundo, que acontece no dia 12 de junho no Itaquerão, está garantido. Será que o Ibra vem? #VemIbra

vem-ibra

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Nike dá tratamento gamer a #RiskEverything

Vai ser difícil para a Nike superar a si mesma depois de Winner Stays, mas a marca continua colocando em prática algumas ideias bem divertidas, em tempos de Copa do Mundo. Agora, em seu canal no YouTube está no ar uma trinca de comerciais estrelada por  Wayne Rooney, Alex Oxlade-Chamberlain e Jack Wilshire, que confere ao futebol da campanha #Risk Everything um tratamento mais gamer.

Desta vez com criação da Wieden+Kennedy de Londres, a ideia aqui é mostrar os obstáculos que surgem para estes jogadores a caminho do gol. Vale o play.


Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Seleção da Alemanha estrela novo filme da Mercedes

Patrocinadora oficial da Seleção da Alemanha, a Mercedes resolveu aproveitar a proximidade com a Copa do Mundo FIFA 2014 para colocar os jogadores como estrelas de seu novo comercial, produzido pela Tempo Media e com VFX/pós-produção do The Mill. A criação é da Jung von Matt/Neckar.

Ao som de Not Giving In, do grupo Rudimental, o filme dirigido pela dupla Alex e Liane mistura cenas dos jogadores em ação e de um Mercedes Classe C, criando uma unidade entre os dois.

Para variar, é preciso destacar o trabalho da equipe do The Mill, que recriou alguns cenários conhecidos e garantiu um filme bonito e sem emendas. Vale o play.

mercedes

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

A Copa do Mundo de 2014 está na boca do povo

Será que a Seleção Brasileira vai mesmo vencer a Copa do Mundo 2014, jogando em casa? Quem adora ou nem se importa com Cristiano Ronaldo? Será que alguém pode parar Messi? Afinal, qual time vai se consagrar campeão este ano? São tantas as perguntas, opiniões e palpites que o assunto está na boca do povo, como bem retrata a ESPN em seu novo filme.

Criado pela Wieden + Kennedy de Nova York, o comercial mostra fãs apaixonados – e outros nem tanto – discutindo o que vem por aí na Copa do Mundo, mostrando a força que o tema ganha a cada quatro anos.

A campanha também contará com uma série de pôsteres assinada pelo designer brasileiro Cristiano Siqueira, retratando cada uma das 32 seleções participantes, e os primeiros já foram divulgados.

7 5 6 3 1 4 2

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Gatorade mistura futebol com Cinderela em comercial

Em novo comercial para a Copa do Mundo, para os mercados de Brasil, Estados Unidos, México e Costa Rica, Gatorade mostra a união de trabalho árduo com magia.

Messi, Sérgio Ramos, David Luiz e Donovan treinam e jogam ao som de “Bibbidi-Bobbidi-Boo”, a canção da fada do clássico da Disney, “Cinderela”.

Criação da Lew’Lara/TBWA.

Gatorade

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Banana pra dar e vender

O gesto do Daniel Alves, de uma presença de espírito muito bem-vinda, gerou milhares de comentários e uma campanha com famosos que por sua vez gerou uma infinidade de textos, postagens e novos comentários de tudo o que é jeito. Tem pra todos os gostos. O viés também vai de acordo com a preferência do freguês. Cada um tem a sua agenda, meus amiguinhos.

Um colunista da Carta Capital diz que não devemos juntar macaco e banana em campanhas contra o racismo (hein?). Gente que adorava o auê ficou decepcionado porque atrás da campanha existe uma agência de propaganda (não me diga). Teve um cara no Twitter que falou que era negro e que eu não sabia do que estava falando. Tem um povo que não gostou do #somostodosmacacos porque, afinal, ninguém é macaco – por que não #somostodoshumanos?

Um amigo meu disse que preferia algo mais agressivo, tipo #enfiaessabanananoc*, no que eu concordei. Até eu resolvi escrever um texto, ora, vejam só – minha agenda, caso vocês não saibam, é soprar as brasas que alçarão meu balão de festa junina ao estrelato nas redes sociais.

Não temos a menor noção do impacto da hashtag no dia-a-dia das pessoas, mas preferimos vaticinar o certo e o errado tendo como amostragem nossos amigos do Facebook

Mas as poucas considerações que faço acerca da campanha publicitária são:

1. Difícil prever quando sairá algo autêntico do Neymar além dos dribles. Tudo ali é estudado, o que é uma pena – pena pra nós; ele parece estar muito bem, obrigado.

2. O Luciano Huck está em todas e dessa vez lançou uma camisa de R$69,00 para surfar a onda – deve haver alguma espécie de Nobel pra isso.

3. Não temos a menor noção do impacto da hashtag no dia-a-dia das pessoas, mas preferimos vaticinar o certo e o errado tendo como incrível amostragem nossos amigos do Facebook (os que pensam como a gente, porque os que pensam diferente já foram devidamente expurgados).

E 4. Racismo não é um problema apenas dos negros, embora sejam eles que sofram na pele com isso, racismo é um problema da humanidade. Portanto, se alguém vier com a carteirada de que é negro e que por isso tem autoridade inconteste e a palavra final sobre o assunto, levanto meu registro geral de homo sapiens sapiens e cabôsse.

Mas isso, é claro, é só o que eu penso.

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Barclays mede frequência cardíaca de fãs da Premier League

Se 2013 foi o ano das pegadinhas, quando grandes encenações invadiram o universo da publicidade, a impressão que se tem é que 2014 será marcado pelos “experimentos sociais”. Ainda não chegamos à metade do ano e já perdi as contas de quantas marcas usaram estas ações para testar a reação das pessoas diante disso ou daquilo. Isso tudo para dizer que a lista segue crescendo, desta vez com o #YouAreFootball Experiment, com o Barclays medindo a frequência cardíaca dos torcedores durante a Barclays Premier League.

A ideia não é propriamente nova – afinal, medir a frequência cardíaca de alguém durante momentos de grande emoção já foi feito várias vezes, em diferentes segmentos. O destaque, aqui, acaba sendo mesmo a execução.

O experimento foi realizado em diversos locais, como o Emirates Stadium, Anfield, Barclays Premier League Live, em Johannesburg, além de pubs em Londres, Manchester e Liverpool. Participaram desde lendas do campeonato, como Robert Pires, Shaun Goater, Gary Mabbutt e John Aldridge até torcedores do Arsenal, Manchester City, Tottenham Hotspur e Liverpool.

A medição, realizada em um fim de semana de jogo, mostra que a frequência cardíaca de um torcedor aumenta, em média, 145.5% quando seu time está em campo, chegando a 215.5% quando a equipe marca um gol.

A criação é da Dare.

barclays

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

O que todo brand manager precisa prestar atenção na campanha da Nike para a Copa

Deixa eu te contar qual a parte que eu mais gosto do meu trabalho. Eu sou louco por desconstruir ideias, a versão mental de abrir aquele brinquedo para ver como ele é feito (ainda bem que não preciso remontar depois antes que meus pais percebam que eu quebrei tudo). Se eu vejo alguma campanha e rola aquele arrepiômetro de “é isso!” eu preciso saber o que é esse isso. Eu faço assim com filmes, séries, livros e sim, com campanhas publicitárias. Já fiz jobs que foram um sucesso e que depois descobri que foram sucesso por motivos diferentes do que eu tinha pensado quando o concebi. Em outras palavras, dei sorte e preciso aprender como não precisar contar com a sorte da próxima vez. Desmontando as coisas eu ganho pecinhas mentais para construir as próximas.

Essa nova campanha de Nike pra ~Copa do Mundo~, “Winner Stays”, causou isso em mim quando foi lançada ontem e cá estou eu aqui, numa manhã de sábado, inclinado em cima do computador tentando botar as peças de volta no lugar. Em 2010 nossas cabeças foram explodidas com “Write de Future”, uma história que saiu do celeiro do Sr. Wieden e do Sr. Kennedy para coisas épicas. Em 2010, “Write the Future” era a melhor maneira de falar sobre o momento máximo do futebol e, chegando 2014, todo mundo que trabalha com isso queria ver-na-Copa: qual vai ser o “próximo Write the Future”. Taí ele.

Winner Stays é sobre a era das redes sociais sem ficar se preocupando no que “funciona na xoxal media”.

“Write the Future” era a Nike dizendo “Eu sou foda, eu patrocino os jogadores mais fodas do mundo e chegou o momento mais épico de eles decidirem como vai ser a vida deles: aquele campeonato que a gente não pode dizer o nome porque quem patrocina é meu concorrente.” Essa história fala muito com o moleque-boleiro que respira futebol o tempo todo — o principal target da Nike em futebol — e também se aplica à vida de qualquer um. Cada momento é decisivo, cada decisão certa e errada muda toda a história da sua vida. Tenha medo. Brilhe. Quando em novembro do ano passado eu vi o meu xará pegar a bola quase no meio de campo e, sozinho, classificar Portugal pra Copa na hora me veio “Write the Future” na cabeça.

Nike

Na Copa de 2010 não tinha Instagram nem Snapchat. O orkut ainda era líder no Brasil, Twitter era coisa da alta social media, o iPhone tinha sido lançado 3 anos antes

Portugal estava fora 1 segundo antes e agora tudo tinha mudado. Os contratos do Ibrahimovi? é que estavam sendo rasgados e Gael García Bernal recebia uma ligação para estrelar “Rolando 2, A Vingança”. Só que estamos em 2014. Pode não parecer mas a gente mudou pra caramba de lá pra cá. O mundo político e econômico pode nem ter mudado tanto, mas a maneira como a gente se vê deu uma guinada gigante.

Tudo isso por causa de uma coisa: o mobile. Eu podia dizer que o que mudou mesmo de 2010 pra cá foram as redes sociais, e eu não estaria de todo errado. Mas é que as redes sociais viraram mainstream, orkutizaram se você preferir, por causa do mobile. Até então rede social era coisa de quem tem computador ou bota dinheiro na lan, ainda era coisa de nicho e de nerd. Com um celular na mão rede social passou a ser coisa de todo mundo. Um bilhão de pessoas usam o Facebook via mobile no mundo. O Zazap já tem metade desse número.

Na Copa de 2010 não tinha Instagram nem Snapchat. Em 2010 o orkut ainda era líder no Brasil, Twitter era coisa da alta social media, o iPhone tinha sido lançado 3 anos antes e o Android tinha 2 anos de idade. Quatro anos depois e o número de pessoas acessando o Facebook via telefone ou tablet já é maior que a metade do número de usuários ativos. É só mais gente online? Sim, mas estar conectado ao mundo em um dispositivo que não só está o tempo todo com você como tem uma câmera muda completamente jogo (pra não passar esse texto sem nenhuma analogia futebolística, sabe).

Dizer que a comunicação agora é mobile é mais do que fazer imagens que podem ser vistas em telas pequenas. É pensar em como isso mudou nossa maneira de ver o mundo e nós mesmos.

Nike

A chave para entender “Winner Stays” é contrastá-lo com “Write the Future”, que era sobre superstars fazendo superstarzices. A gente era só a torcida vendo o jogo pela TV. Agora é outra parada.

“Pô, Cris, mas o que o telefone celular tem a ver com um comercial onde um monte de gente joga bola? Quero fumar o que você fumou.” O mobile mudou a maneira como a gente se vê. Com a dobradinha redes sociais + mobile o foco virou totalmente para as pessoas que importam, nós e nossos amigos. Literalmente: se antes a câmera apontava pro mundo agora celular bom tem que vir com câmera que olha pra gente. Eu, eu, eu e meus parça junto.

Em 2009 escrevi um texto profetizando que as redes sociais iam acabar com o conceito de celebridade, que nós íamos ser as celebridades, cada pessoa do planeta sendo estrela pros nossos amigos. Eu confesso que até pouco tempo eu andava deprê com esse post, choramingando por aí que tinha errado na previsão, o cachê do Luciano Huck sambando na minha cara. Agora me parece que as coisas estão mudando sim. O Instagram, por exemplo, é a rede das fotos hipsters, dos ângulos bem sacados, das texturas orgânicas, dos pezinhos vestindo All-Star vistos de cima, certo? Errado, esse é o seu Instagram e o meu.

Pegue uma amostragem real de pessoas e o que você vai ver no Instagram é gente. Rostos, selfies, amigos, galera, the zuera never ends. Se o Instagram é feito de momentos estes momentos estão recheados de pessoas. É para isso que elas usam suas câmeras, para falar das outras pessoas à sua volta. A chave para entender “Winner Stays” é contrastá-lo com “Write the Future”, que era sobre superstars fazendo superstarzices e dando pra molecada a mensagem de que “você pode ser esse cara, é só escrever seu futuro”. A gente era só a torcida vendo o jogo pela TV. “Winner Stays” é outra parada.

Winner Stays é a propaganda máxima da era do selfie.

Nike

Em vez de ficar tentando fazer “o que funciona no mundo xoxal”, a Nike foi na essência do que é vivermos num mundo conectado

A Nike podia fazer o que muita marca aí vem fazendo. “Vamos publicar um selfie! Tá todo mundo fazendo um selfie!” It’s not the selfie, bitch! É o que o selfie significa. É ter as pessoas como centro da mensagem, é a marca falando como pode ajudar a vida das pessoas e não falando “olha como eu sou incrível”, contado de uma maneira incrivelmente criativa. Quando as maiores celebridades do mundo tiraram um selfie no Oscar o que foi que a gente pensou? “Que legal, eles são toscos que nem eu.” E o selfie saiu da marginalidade. (obrigado, Ellen)

“Winner Stays” é um monte de moleque maluco por futebol encarnando seus ídolos. É todo mundo ali no campo, é Neymar e Rooney ajudando os caras, junto e misturado. Porque pro moleque do campinho de terra o Neymar é celebridade mas aquele colega que joga do lado dele, que é muito fera e que todo mundo tem certeza que vai virar profissional um dia, esse cara também é celebridade pra aquela galerinha, ele é sucesso, todo mundo quer ser ele.

A patada de misericórdia é o final do filme. É pênalti. Aí o lelek vira pro CR7 e diz “Deixa que eu bato.” É o Ronaldo, cara! Bola de ouro, milionário, pega-geral, barriga-de-tanquinho! “É, deixa que eu bato.” A torcida no filme enlouquece, eu enlouqueço. “Ma che è questo???” O moleque dá uma cavadinha. É gol! Fim de jogo, quem ganhou fica, quem perdeu vai pra de fora. O gol não foi do Ronaldo, o gol foi meu e seu, porque a gente é tão sinistro quanto o Ronaldo. Pelo menos nas nossas mentes.

Em vez de ficar tentando fazer “o que funciona no mundo xoxal”, a Nike foi na essência do que é vivermos num mundo que vai caminhando para ser todo conectado e com uma puta ideia criativa se conectar com essa verdade. Chega de falar de mim, vamos falar de você. Viralizar é a única consequência possível.

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Nike tenta criar a partida de futebol perfeita…ou quase isso

A menos de dois meses para o início da Copa do Mundo FIFA 2014, o futebol tem sido tema recorrente nos comerciais de diversas marcas, algumas delas se saindo muito bem – especialmente aquelas que têm feito isso extraoficialmente, como foi o caso da TAM recentemente. Hoje, a Nike colocou no YouTube um novo filme que simplesmente extrapola os limites da imaginação ao tentar criar a partida de futebol perfeita… ou pelo menos o mais próximo disso.

Com criação da Wieden + Kennedy de Portland, Winner Stays tem direção de Ringan Ledwidge (quem não se lembra de outro trabalho dele, Os Três Porquinhos?)e produção da Rattling Stick, com VFX dos mestres do The Mill. 

E não é só nos bastidores que foi criado uma espécie de time dos sonhos, já que o elenco de estrelas do futebol – e de outros segmentos – também é de tirar o fôlego: Cristiano Ronaldo, Neymar., Wayne Rooney, Zlatan Ibrahimovi?, Gerard Piqué, Gonzalo Higuaín, Mario Götze, Eden Hazard, Thiago Silva, Andrea Pirlo, David Luiz, Andrés Iniesta, Thibaut Courtois e Tim Howard.

Kobe Bryant, Jon Jones, Anderson Silva e Irina Shayk também fazem uma aparição, mas quem rouba a cena de verdade é o Incrível Hulk (sim, o super-herói, não o jogador…), que entra no jogo graças ao VFX da Luma Pictures.

Ao longo de quatro minutos, a gente se vê envolvido pela história de alguns garotos em uma partida de futebol, que resolvem assumir a identidade de seus jogadores favoritos. É claro que nem sempre as coisas saem do jeito que eles imaginaram, mas vale tudo nessa brincadeira.

Com legendas em português.

nike nike1

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Nike tenta criar a partida de futebol perfeita…ou quase isso

A menos de dois meses para o início da Copa do Mundo FIFA 2014, o futebol tem sido tema recorrente nos comerciais de diversas marcas, algumas delas se saindo muito bem – especialmente aquelas que têm feito isso extraoficialmente, como foi o caso da TAM recentemente. Hoje, a Nike colocou no YouTube um novo filme que simplesmente extrapola os limites da imaginação ao tentar criar a partida de futebol perfeita… ou pelo menos o mais próximo disso.

Com criação da Wieden + Kennedy de Portland, Winner Stays tem direção de Ringan Ledwidge (quem não se lembra de outro trabalho dele, Os Três Porquinhos?)e produção da Rattling Stick, com VFX dos mestres do The Mill. 

E não é só nos bastidores que foi criado uma espécie de time dos sonhos, já que o elenco de estrelas do futebol – e de outros segmentos – também é de tirar o fôlego: Cristiano Ronaldo, Neymar., Wayne Rooney, Zlatan Ibrahimovi?, Gerard Piqué, Gonzalo Higuaín, Mario Götze, Eden Hazard, Thiago Silva, Andrea Pirlo, David Luiz, Andrés Iniesta, Thibaut Courtois e Tim Howard.

Kobe Bryant, Jon Jones, Anderson Silva e Irina Shayk também fazem uma aparição, mas quem rouba a cena de verdade é o Incrível Hulk (sim, o super-herói, não o jogador…), que entra no jogo graças ao VFX da Luma Pictures.

Ao longo de quatro minutos, a gente se vê envolvido pela história de alguns garotos em uma partida de futebol, que resolvem assumir a identidade de seus jogadores favoritos. É claro que nem sempre as coisas saem do jeito que eles imaginaram, mas vale tudo nessa brincadeira.

Com legendas em português.

nike nike1

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Designer recria pôsteres das Copas entre 1930 e 2014

Com a data de início da Copa do Mundo 2014 cada mais próxima, o tema está presente no noticiário, publicidade, entretenimento e até mesmo nos projetos paralelos de designers como James Campbell Taylor, que resolveu recriar os pôsteres dos campeonatos realizados entre 1930 e 2014.

Na descrição do projeto no Behance, o designer explica que ao longo de 84 anos, o evento contou com pôsteres muito legais e outros que deveriam ser esquecidos, mas uma coisa é bastante perceptível: os caminhos seguidos pelo design ao longo dos anos.

“Cada Copa do Mundo tem seu próprio sentimento em particular, que eu tentei demonstrar em cada design, ao mesmo tempo em que tentei evocar o período gráfico… e esperando conseguir melhorar alguns dos originais”.

No site de James, é possível encontrar os pôsteres originais, enquanto a série assinada pelo designer você confere abaixo:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Chile 2015: A identidade visual da próxima Copa América

No meio de todo o alvoroço da Copa do Mundo no Brasil, o Chile se prepara para sediar em 2015 a próxima Copa América, o mais antigo torneio internacional de futebol.

A identidade visual do evento ficou a cargo do estúdio português Brandia Central, que buscou revistar a cultura chilena no logo e outros materiais.

A marca traz a estrela da bandeira nacional dentro de outra estrela de oito pontas, representando cada uma das cidades sede. Inclui ainda referência ao instrumento cerimonial cultrún, símbolo da cultura índigena mapuche, com desenhos indicando quatro valores: superação, paixão, triunfo e celebração.

É importante notar que o logo Chile 2015 quebra um padrão utilizado há 15 anos, desde o torneio realizado no Paraguai em 1999.

Chile 2015

A Brandia Central tem se especializado em criação para eventos esportivos. É o mesmo estúdio responsável pelas marcas da Euro 2012 e Euro 2016.

Chile 2015
Chile 2015

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Adidas leva Brazuca para um passeio ao redor do mundo

A Adidas resolveu levar a Brazuca, bola oficial da Copa do Mundo FIFA 2014, por um passeio ao redor do mundo alguns meses antes do início do evento. “Brazuca Around the World” é uma série de webdocumentários que propõe mostrar a paixão pelo futebol compartilhada por diferentes nações.

Os depoimentos foram registrados por seis câmeras inseridas dentro da bola – apelidada de Brazucam -, o que permitiu a captação de imagens em 360º. Abaixo, o primeiro episódio nos leva a Espanha, onde a Brazuca desembarcou com o objetivo de descobrir o segredo de La Roja: o que torna a Seleção da Espanha quem ela é? A resposta: é preciso um time inteiro para se levantar um troféu.

A próxima parada é a Alemanha. Também possível acompanhar as andanças da Brazuca pelo Twitter ou no site oficial da Adidas.

A criação é da TBWA.

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

Pepsi reúne estrelas do futebol na campanha “Now is What You Make it”

A Pepsi reuniu um elenco formado por estrelas do futebol – Robin van Persie, David Luiz, Sergio Ramos, Sergio Agüero, Jack Wilshere e Lionel Messi – e a cantora Janelle Monáe para a campanha “Now is What You Make it“. Criado pela 180LA, o comercial acompanha as peripécias sonoras da estrela do YouTube, Stony enquanto percorre algumas ruas de um morro carioca.

As experiências sonoras nos levam a uma cover de “Heroes”, de David Bowie, para obviamente terminar com uma multidão celebrando em uma campinho.

O filme também conta com uma versão interativa desenvolvida pela Interlude – responsável pelo clipe “Like a Rolling Stone”, de Bob Dylan - e que pode ser conferida aqui.

É impossível deixar de notar, entretanto, que um morro carioca é, mais uma vez, o palco para uma campanha gringa feita no Brasil. Apesar de o país ocupar uma superfície de 8.515.767,049 km2, parece que o cenário acaba sendo empre o mesmo, o que só ajuda a reforçar os estereótipos.

pepsi

TAM dá um nó na GOL e faz o melhor comercial pra Copa do Mundo até agora

Se você ligar a TV nesse momento, duvido conseguir contar pelo menos cinco comerciais que não fazem referência à Copa do Mundo. De forma oficial ou genérica, toda marca que tirar sua casquinha do bilionário evento da FIFA, infestando a publicidade com toda a sorte de ufanismo e clichês.

Esse comercial da TAM, porém, consegue fugir do lugar comum e dribla todas as limitações – por não ser uma patrocinadora oficial do evento – de maneira criativa e divertida. Mostra Thiago Silva, David Luiz e Marcelo tentando viajar para o Brasil, enfrentando dificuldades com os franceses, ingleses e espanhóis, respectivamente, que fazem de tudo para impedi-los.

Quem não deve gostar nada é a GOL, que paga para dizer que é transportadora oficial da CBF, mas nem pode reclamar, pois não faz esses vôos internacionais. Alguém vai passar a noite relendo contrato hoje.

Criação da Y&R.

TAM

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie

beIN Sports finalmente encontra uma utilidade para a vuvuzela

Finalmente uma vuvuzela poderá ser usada para o bem. Pelo menos segundo o ponto de vista do canal beIN Sports, que resolveu transformar a inesquecível (e insuportável) corneta-símbolo da Copa da África do Sul em uma espécie de controle-remoto. É claro que GAMECHANGER, protótipo criado pela TBWA\Chiat\Day de Nova York é capaz de mudar para um único canal.

A vuvuzela modificada usa uma plataforma de prototipagem Arduíno, e tem seu som reconhecido por um pequeno microfone por meio de um microchip de 32 bit, que emite sinais para receptores de TV a cabo, que forçam a televisão a sintonizar o beIN Sports.

É claro que o “controle-remoto” funciona apenas com algumas operadoras, mas ainda assim, o site oficial conta com uma seção onde os fãs de futebol (e do canal, é claro) poderão entrar na fila para receber seu GAMECHANGER. Já pensou na Copa?

Para quem quiser ter uma ideia melhor de como a vuvuzela foi adaptada, vale o play no vídeo abaixo.

Brainstorm9Post originalmente publicado no Brainstorm #9
Twitter | Facebook | Contato | Anuncie